Meu casamento ❤️ Preparativos

Esse post vai ser para contar para vocês como foram os preparativos do meu casamento, recebo tantas perguntas que achei mais fácil colocar tudo (ou quase tudo) aqui.

Por onde começar?

Não tive nenhuma ajuda de cerimonialista para a organização geral do casamento, por isso segui apenas meus instintos, haha. O primeiro passo para mim foi definir a data, escolhemos dia 20 de Janeiro de 2018 (ficamos noivos em maio, mas só definimos a data quase um mês depois, então tivemos 7 meses de preparação). São muitos fatores que precisamos levar em consideração na hora dessa escolha tão importante, como o tipo de casamento que vocês querem, o orçamento disponível e a flexibilidade dos seus convidados. No meu caso, os familiares do meu marido são de outro estado, então escolhemos uma data nas férias e final de semana, porque achamos que ficaria mais fácil para eles se deslocarem. Caso você queira casar ao ar livre, por exemplo, vale procurar saber qual época do ano chove mais para que você descarte essa época das suas opções de datas.

O meu segundo passo foi escolher o vestido que usaria no dia. Eu não queria ficar andando dias e dias procurando o vestido perfeito (sei que sou muitoooo chata para escolher tudo, o que dirá escolher o vestido para um dos dias mais especiais da minha vida), então fiz algo bem arriscado: comprei meu vestido por um site que me indicaram (não vesti nenhum outro vestido de noiva que não foi o que usei no meu casamento, então foi mesmo uma escolha confiando nos meus instintos e conhecimento do meu gosto pessoal).

Hoje eu não aconselharia comprar o vestido sem saber o local da cerimônia/festa, não são todos os estilos de vestidos que combinam com os tipos de locais. Então eu trocaria as ordens e colocaria o local em segundo lugar nos preparativos.

Outro passo importante é a escolha do fotógrafo, porque depois é o que vai ficar guardado do dia do seu casamento. Assim como todos os outros passos, é muito importante fazer uma pesquisa. Seleciona alguns profissionais que você goste do trabalho, faz orçamentos e ora muito para aparecer uma promoção em um deles (foi o que aconteceu comigo!).

A temida lista de convidados

Bom, esqueci de falar que seria bom você fazer uma pré – lista de convidados, porque quase tudo que você vai pesquisar a pergunta que sempre fazem é “para quantos convidados?”. Obviamente que, quanto mais pessoas na sua lista, maior será o valor. Para essa lista eu aconselharia o seguinte, começa pelos familiares, amigos mais próximos e por último aqueles que você desejaria que estivessem lá comemorando com vocês. Minha lista inicial tinham mais ou menos umas 250 pessoas, fazer um casamento do jeitinho que eu queria em 7 meses era inviável, então deixei apenas 120 dos familiares e amigos mais próximos. Vou falar uma coisa para vocês, essa, para mim, foi a parte mais difícil em toda a organização do casamento, estava quase pirando mesmooo, aí me falaram uma coisa que quero deixar aqui para vocês, não dá para convidar todo mundo que vocês querem, casamento é caro, sempre vai ficar gente de fora, mas quem realmente gosta de você e do seu noivo vai entender se não for convidado. Então não pira, se vierem falar alguma coisa com você, dá um sorrisinho e muda de assunto.

Falei, falei, falei mas não disse uma coisa, você não precisa fechar sua lista nesse momento, é só para você ter uma base de qual vai ser o seu mínimo de convidados, você vai precisar disso na hora de fechar local, buffet, doces e bem-casados.

A escolha do local

Para a cerimônia, no meu caso, não precisava fazer reserva da igreja nem nada, mas sei que para algumas existe essa necessidade, então faça essa reserva no momento que vocês marcarem a data para não correr o risco de ficar sem.

Existe também a opção de fazer a cerimônia no mesmo lugar da recepção, se essa for sua escolha, você já vai precisar de um local que comporte fazer as duas coisas.

O que levar em consideração na hora de escolher o lugar? Primeiramente o tipo de casamento que você quer, se é ao ar livre, mais elegante, romântico, rústico… Depois o seu gosto pessoal. Vou contar o que eu fazia questão, seu que tem gente que não repara nisso, mas quando estava procurando um local a primeira coisa que eu olhava era para o chão, não queria gastar muito no casamento, mas eu fazia muita questão de um piso bonito porque faz muita diferença nas fotos. Claro que tudo você tem que levar em consideração o orçamento disponível! Não adianta querer um lugar caríssimo se você não pode pagar (desejar, todo mundo deseja, mas nessa hora você deve ser o mais realista possível).

O salão que eu escolhi já tinha incluso o buffet e decoração, então não tive o trabalho de procurar. E outra coisa, eu confiei no buffet porque minha mãe já tinha ido em um casamento no mesmo local e aprovou a comida (confiamos muito no gosto uma da outra!). Se esse não for seu caso, é bom fazer uma degustação e perguntar para alguém de sua confiança. Uma boa comida é sempre marcante para seus convidados.

Depois de tudo escolhido, é hora de pensar em todos os detalhes! Vou contar minhas escolhas em um próximo post porque esse já está bem grande.

Esse só tem texto porque é mais conceitual mesmo, nos próximos vão ter muitas fotos dos detalhes do meu grande dia, aguardem!

Se eu esqueci de alguma coisa que você tem dúvidas me conta que tento responder depois. 😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s